Densitometria mineral óssea

A osteoporose é caracterizada pela desmineralização e deteriorização do tecido ósseo, aumentando sensivelmente a fragilidade desse tecido.

Para avaliar a densidade mineral óssea é usado um procedimento não invasivo, por meio de Raios X de baixa energia, denominado densitometria mineral óssea (DMO).

Usando a DMO são adquiridos dados da densidade mineral óssea do usuário e esses dados são comparados com os de pessoas saudáveis, dentro de uma determinada população de mesmo gênero, idade, quantidade de massa (“peso”) e origem étnica.

Essas informações geram gráficos que apontam o grau de desmineralização óssea do usuário.

É comum a realização desse procedimento em mulheres, pois as oscilações hormonais podem potencializar essa patologia. Estudos mostram que as mulheres que mais sofrem com a osteoporose são as caucasianas menopausadas. 

Os conteúdos relacionados com Densitometria mineral óssea são:

  • Técnicas de abordagem e orientação ao usuário
  • Procedimentos
  • Parâmetros de referência em DMO
  • Princípios físicos em radiologia
  • Tecnologia, funcionamento e formação de imagens